Busca

terça-feira, 17 de junho de 2014

Nova Era glacial...

Enviado por Fernando em 28 de Abril  de 2014.




Este sonho que tive, foi um sonho muito diferente dos que costumo ter, confesso já ter sonhado outras vezes com uma espécie de "apocalipse" mas eram sonhos malucos sem muita lógica, já este sonho que tive no dia de ontem, 27 de abril de 2014, nunca vou me esquecer, um dos motivos foi a realidade, e o outro as construções lógicas. 
     O sonho se passava inicialmente em um ambiente desconhecido, uma espécie de creche, onde eu ficava perplexo ao analisar a existência de diversas crianças que ao invés de brincarem estavam entretidas em celulares "smarth phones", eu via aquilo, e questionava os adultos que conversavam como se tudo fosse algo muito natural e positivo, onde o fato delas se entreterem com os celulares lhes traziam mais sossego e menos responsabilidade.
     Mas até este ponto estava normal, era um sonho muito real mas até o momento sem significado, quando fui falar com uma das crianças e essa não me respondia pois estava vidrada no seu aparelho, fiquei irritado e tomei-o de sua mão, quando vir que ela estava compartilhando com as outras crianças conteúdo pornográfico, achei aquilo um absurdo e comecei a dar
bronca naquela criança que tinha uns 6 anos e era uma menina, e ao mesmo tempo ela brigava comigo dizendo que eu a estava deixando com vergonha com isso fui então falar sobre o fato com o responsável pela creche, o qual disse que aquilo era normal, e que os tempos eram outros, onde as crianças não tinham mais a inocência de antes e estavam mais "espertas", e eu tinha que se adequar ao "futuro", fiquei com muita raiva da resposta e naquele momento desejei que o mundo acabasse para que eu visse todos eles pagarem pelos seus pecados, e sofrerem pela desobediência, tudo muito real e estranho.
     Com aquela atitude fiquei revoltado, e sai daquele lugar passando por uma sala que era como um bar tinha algumas janelas de vidro que traziam a luz externa para o ambiente, possuía um balcão onde  havia pessoas se divertindo com piadas e bebidas, outros mais afastados fumavam enquanto ouviam a conversa daqueles, e tinha também uma televisão ligada em um noticiário de São Paulo, mas ninguém se importava com a noticia, e eu parei para olhar, quando assisti as cenas que eram mostradas, primeiro a cidade do Rio de Janeiro e depois diversas outras cidades do Brasil, onde todos estavam em alerta afirmando que estávamos passando por uma nova era glacial. As noticias eram terríveis,  diziam estar ocorrendo canibalismo por conta de não haver lavoura por conta do gelo, mostrava imagens de animais existentes somente nos pólos sendo avistados nessas cidades. De repente corri para olhar pela janela e quando olhei estava em um lugar bem auto, e eu avistava a cidade de São Paulo repleta de neve e gelo, prédios soterrados pela metade em neve, ruas congeladas, casas apenas com os telhados a mostra e muitas pessoas com frio enquanto outras milhares estavam mortas de frio e fome. Aquilo me apavorou, mas ninguém parecia se importar, todos jogavam conversa fora em quanto tudo o mundo se acabara.
     Com aquele fato comecei a me desesperar, pois era muito real, então comecei a chamar a atenção do pessoal e dizer que tinham que se voltar a Deus, e eles riam de mim, e diziam que aquilo estava acontecendo por que o planeta tinha se deslocado do seu eixo e não era por causa de Deus nenhum, buscavam sempre uma explicação logicamente aceitável, então comecei a clamar a Deus e pedir para ele ter misericórdia daquele povo e a raiva que eu tinha de ver todo mundo corrompido, se transformou em temor, e eu pedia Perdão a Deus por outrora ter desejado ver como seria o fim de tudo, inclusive estar vivo para contemplar, eu implorava a Deus, e as pessoas se demonstravam muito céticas e ninguém se quer via aquilo como algo provindo de Deus.
    Então subitamente não estava mais em mim, eu fazia parte de um todo me transformei meramente em um espectador do acontecimento que ocorria então via se deslocando rapidamente pelos meus olhos a neve que cobria as cidades depois países, continentes e por fim até chegar a um ponto o qual eu via no chão de uma muralha coberta pela neve branca uma espada de ouro suja com sangue, e junto, um rastro de sangue a sua volta que levava a um ponto, instantaneamente fui seguindo o lastro, não mais como pessoa física mas sim como um espectador, quando vir um anjo apenas com uma vestimenta da cintura para baixo, sem camisa, e ele estava encruado com as mãos no abdômen que sangrava, ele não tinha rosto, e se aproximou dele um outro anjo, que lhe entregou a espada que eu vira momentos antes, e o sustentou em um de seus ombros, ajudando-lo a levantar, e dizendo isso, "não fique assim, foi preciso, isso tinha que ser feito!". 
    Depois destes dizeres eu acordei, estava com uma sensação terrível como se alguém tivesse me sufocado, eu nunca sonhei algo tão real e significativo, lembro dos detalhes como se estivesse vendo o sonho neste momento, e com ele percebi o quanto errado somos, quando nos revoltamos e as vezes desejamos que algo ruim aconteça, para que aquelas pessoas que estão praticando o mal veja o quanto errada são, percebi que devemos não nos conformar com as maldades que acontecem no mundo, mas não de forma a lutar contra quem as comete, mas sim não cometendo nós e ensinando aos nossos o que não fazer e como devem andar, espero que este sonho seja esclarecido por mais alguém, fiquem com Deus e obrigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...