Busca

domingo, 20 de abril de 2014

A Guerra não tinha acabado

Enviado por Julio em 03 de Março  de 2014.



Olá, Robson. Tudo certo? Vi que você publicou o meu relato, então gostaria de enviar outro. Seria um sonho comum, se não tivesse uma espécie de ligação com aquele primeiro sonho que te enviei.

A cronologia do sonho provavelmente é tempos depois do primeiro. A guerra não tinha acabado, mas eu tinha tinha saído do exército e voltado para a vida civil. Estava na minha cidade com os amigos, família, tentando dar um novo rumo pra minha vida.

Era uma tarde quente e ensolarada. Eu estava andando pela cidade, vendo tudo do jeito que estava. A estação de ônibus, as lojas, umas lanchonetes que eu costumo frequentar por aqui com os amigos. Mas havia soldados por toda parte, fazendo ronda. Eles andavam ou então ficavam passando naqueles jipes, blindados ou caminhões de combate. Tudo pintado de verde com o símbolo do exército. Eu ficava olhando para os soldados, todos com postura, portando os fuzil e falando no rádio. Aquilo tudo me dava um sentimento estranho. Uma espécie de vazio no peito. Sempre que via um soldado, eu pensava "Eu não visto mais essa farda".

Caminhei até uma sorveteria ali perto (que realmente existe por aqui) e encontrei minha família e alguns amigos. A gente pegou os sorvetes e se sentou numa mesa enquanto conversava e comia. Em certo momento, eu pedi um minuto de atenção.

"Eu chamei vocês aqui hoje porque queria dizer algo muito importante", disse. "Eu sei que tinha dado baixa no exército, sei que tinha voltado pra casa. Só que eu não consegui encontrar um rumo pra minha vida fora do exército, longe daquilo tudo. Eu não consigo ficar aqui sabendo que muitos dos meus amigos estão lá arriscando suas vidas, e que tem gente que precisa de mim lá fora. E eu queria que vocês soubessem que eu decidi voltar a vestir a farda, porque eu não consigo viver sem ela."

Nessa hora, os meus familiares trocaram olhares assustados. Alguns tentaram me dizer uma coisa, apenas alguns pareciam serenos com a notícia. Acordei antes de saber qual seria a reação deles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...