Busca

terça-feira, 12 de julho de 2011

Lua Cheia

Enviado por: Álvaro Mazzoni em 03/07/2011.

Imagem: Google




Olá, tomei coragem para falar de um sonho que tive já faz algum tempo...na época eu estava em um processo de mudança de hábitos, combatendo o sedentarismo, resolvi comprar uma bicicleta.

Passava vários dias pedalando pela cidade sem problemas de nenhum tipo. Certa noite eu me vi em um lago, sobre uma canoa. Notei que não havia mais ninguém por perto. Era um lago e eu estava só, bem no meio do lago. Disso eu tenho certeza absoluta. E era uma noite de lua cheia, dessas que se consegue diferenciar bem as árvores e os campos abertos. Me senti tão atraído com a luminosidade da lua que não pude deixar de olhar para o céu...e lá estava ela.
A mais bela lua cheia que já me apareceu. Gigantesca, monstruosa e...belíssima. Senti uma forte atração e percebi que ela ficava ainda maior, então caiu a ficha...ela estava se aproximando de mim. Ficou tão perto que eu fiquei tentado a tocá-la, e senti que a lua se aproximou justamente para isso. Estiquei o braço mas, no último instante, senti uma insegurança muito grande e o medo se abateu. A lua de imediato começou a se afastar de mim. Então eu acordei e fiquei muito espantado com o sonho.

No dia seguinte transcorreu tudo normalmente até que no fim de tarde aproveitei para dar uma pedalada. Na volta pra casa, vinha por uma rua que serve de entrada para vários caminhões tanque além de servir como via para várias residencias. Eu não estava andando rápido, muito pelo contrário. Estava sempre à direita dos carros e andava a no máximo 20 km/h. Quando passei pelos caminhões, Notei que tinha um carro parado bem à frente deles mas não percebi que havia pessoas no carro. Foi quando o motorista, que não tinha notado minha aproximação abriu a porta do carro. Tive que frear abruptamente e colocar os dois pés no chão. Foi quando a traseira da bicicleta empinou e foi para o lado da pista. Nesse exato momento um carro veio e graças à D'us ele teve tempo de desviar mas não com tempo suficiente para evitar que a roda tocasse no carro e me jogasse na frente, me imprensando na porta do carro parado. Escapei ileso mas a bicicleta ficou acabada.

Tenho absoluta certeza que, de algum modo, o sonho que tive serviu de aviso para esse acidente, pois não acredito que um sonho tão intenso na véspera do acidente tenha sido mera coincidência.

--
álvaro mazzoni

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...