Busca

terça-feira, 17 de maio de 2011

Família Oriental

Enviado por Robson Leiva Lazarini
Imagem: blog Futurauto


Santo André , 17 de Maio de 2011

Bom, essa noite tive um sonho que me fez acordar , então, foi assim:

Estava em uma praça ou um parque, com meu filho de 06 anos, ele explorava os brinquedos do lugar que parece ser aqui em Santo André, pelo estilo dos muros e calçadas, eramos só nós ou passeavam pouquíssimas pessoas no local, meu filho vem me reclamar do pulso que dói, provavelmente abriu ou torceu num brinquedo ou outro.
Então vimos perto de nós sobre um banco de cimento longo e tortuoso um jabuti andando, e enquanto olhava-mos, um carro faz um manobra e passa com uma roda por cima do banco e quase passa em cima do jabuti, chegando a derruba-lo, eu segurei meu filho pela roupa e puxei-o para perto de mim. Nisso um outro carro que vem depois desse tenta passar por uma lugar estreito entre uma ruazinha e um buraco enorme parece ser uma ponte, e é uma mulher oriental que está no volante, ela tenta a manobra e erra também, mas seu carro cai no buraco que eu achava ser raso mas o carro desaparece completamente la dentro, então como estava só com o meu filho e estava um pouco afastado, relutei em deixa-lo sozinho e sair correndo para ajudar, pensei que o motorista do carro da frente iria fazer isso, então só ando um pouco mais rápido em direção do ocorrido, quando o motorista do carro da frente me vê e grita “corre, vai rápido” e então com um controle remoto na mão faz com que o banco do carro dele saísse para fora do carro e ele estava preso a esse banco , como se o veículo fosse adaptado para deficientes físicos , mas com uma alta tecnologia. Então entendi o desespero dele em não poder fazer nada, corri e quando cheguei na beira do buraco ví um carro conversível afundando na agua e nele tinham 5 pessoas, todas orientais, um velho, um senhor de meia idade, duas mulheres e um bebe numa cadeirinha no banco traseiro, então fui diretamente no bebe para tira-lo de lá, talvez tivesse tempo para salvar só um, deitei na margem ou beira da ponte ou barranco e estiquei o braço para pega-lo, então vi a motorista desligar a chave do veiculo e retirou a chave do contato, então rapidamente uma “capota” de vidro fechou sobre o carro automaticamente e me separou da criancinha impedindo que a alcançasse, e pensei “não , que mulher burra” nisso o carro se afunda rapidamente com todos dentro ,olhando para mim.Não consegui salvar ninguém, então me levantei e tentando pensar em uma solução ,...acordei assustado!.

Uma revelação meio difícil de entender, mas por experiencia, uso apenas a idéia principal do relato sem os detalhes, então fica: Carro cai na agua com família oriental.

Que Deus proteja a todos e em especial aos envolvidos no sonho.

Abraços.

Robson Leiva Lazarini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...